Fabricante de caminhões chinesa investe no Brasil

Com meta de ocupar 10% do mercado brasileiro de caminhões, a Foton Brasil (do Grupo BAIC, conglomerado industrial chinês), o presidente do Conselho de Administração da empresa, Luiz Carlos Mendonça de Barros, afirmou ao portal R7, que as regras de isolamento social impulsionaram o comércio eletrônico no Brasil. Isso resultou na maior demanda por logística e veículos urbanos de carga, nicho de mercado explorado pela marca chinesa, com atuação no brasil há 10 anos.

“Com esta quarentena, as compras online ganharam importância e essa é uma tendência que veio para ficar. Haverá demanda de caminhões leves e médios”, diz Mendonça de Barros. Ele explica que a demanda de caminhões no país sempre cresceu mais quando comparado à economia como um todo, porque é um país em grande demanda logística, tanto para exportar grãos como para abastecimento interno”, comenta o executivo.

A Foton Brasil já iniciou os testes de rodagem do novo caminhão TM 2.8, indicado para transporte urbano e com lançamento previsto para o segundo semestre. A camionete (de 2,8 toneladas) oferece características de um automóvel – e pode ser guiada por motoristas com carteira de habilitação categoria B. Matéria desenvolvida com informações do portal R7. Saiba mais sobre a Foton no site www.fotonmotors.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *