Balanço Fenabrave aponta queda na venda de caminhões

Após as medidas de isolamento social devido à pandemia do Coronavírus, o boletim da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) apontou em março deste ano, queda nas vendas de caminhões de 5,6% em relação ao mesmo período do ano passado. No acumulado dos três primeiros meses, foram entregues 20,1 mil unidades ante 21,3 mil anotadas um ano antes.

Segundo Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave, a crise fechou as portas da rede de distribuição do País, exceção aos serviços de pós-venda, especialmente para atender veículos comerciais. Ele explica que algumas concessionárias estão com as oficinas abertas, para atender caminhões, ambulâncias e outros veículos essenciais para serviços de primeira necessidade, como os ligados à saúde e alimentação”,

Emplacamentos – Somente em março, os emplacamentos de caminhões somaram 6,4 mil unidades, quedas de 15% com relação ao mesmo mês do ano passado, quando registrou 7,6 mil licenciamentos, e de 0,37% na comparação com fevereiro (6,5 mil unidades).

Ônibus – No segmento de ônibus, os efeitos da crise sanitária já se mostram muito mais acentuados. Os quase 1,3 mil ônibus emplacados no mês passado representaram retrações de 29,6% frente ao desempenho de fevereiro, de 1,8 mil, e de 35,4% em relação a março do ano passado, com 2 mil entregas. No acumulado do primeiro trimestre, o recuo nos licenciamentos foi de 14,5%, com 5,3 mil licenciamentos contra 6,2 mil anotados há um ano. Matéria desenvolvida com base em nota divulgada pela Fenabrave.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *